Survivors

Detecção, remoção e prevenção de stalkerware

O que é stalkerware?

O termo stalkerware refere-se a ferramentas (programas de software, aplicativos e dispositivos) que permitem que uma pessoa, normalmente um parceiro ou familiar, monitore secretamente a vida de outra através do telefone da vítima. 

O stalkerware pode ser uma ferramenta usada por um agressor para rastrear, monitorar, espionar e assediar sobreviventes ou vítimas. O uso de stalkerware não requer nenhuma habilidade técnica em especial e o agressor não precisa ser um “hacker habilidoso” para usá-lo para espionar as atividades da vítima. A ferramenta pode ser facilmente comprada e instalada. A maioria dos stalkerware é instalada em celulares, mas também há versões para desktops, notebooks (incluindo Macbooks) e tablets.

O stalkerware é uma forma de abuso facilitado pela tecnologia e geralmente faz parte de um padrão mais amplo de abuso, incluindo outros aspectos do abuso facilitado pela tecnologia. É importante ter isso em mente: se alguém está monitorando secretamente as suas atividades on-line, talvez o stalkerware nem esteja envolvido. Você pode ler sobre outras formas de abuso facilitado pela tecnologia além do stalkerware na página da NNEDV aqui (em inglês). Se você estiver preocupado com stalkerware ou com o rastreamento de suas atividades on-line, e se for seguro fazê-lo, procure um programa de assistência a sobreviventes ou órgão da lei para ajudá-lo a identificar o que está acontecendo. 

Às vezes, o stalkerware também é chamado de spyware. O spyware é o termo genérico para stalkerware disponível comercialmente, mas também inclui ferramentas usadas por governos e criminosos para espionar indivíduos e organizações selecionados. Esta última classe de spyware não está disponível para qualquer pessoa e não é tratada no nosso site.


Como posso saber se meu dispositivo está infectado com stalkerware?

Embora o “comportamento incomum” de um dispositivo (como bateria descarregando rapidamente, picos no uso de dados, aumentos inexplicáveis ​​nos relatórios semanais de tempo de tela e notificações estranhas) possa ser um sinal de stalkerware, não é sempre o caso e alguns stalkerware são executados sem esses efeitos colaterais.

Portanto, é importante confiar em seus instintos: o sinal mais comum de que sua atividade está sendo monitorada será por causa das mudanças de comportamento do agressor. Por exemplo, eles podem saber muito sobre as atividades do telefone sem qualquer explicação.

Pode ser útil manter um registro das situações que você está passando. Isso pode ajudar a detectar padrões e mostrar o histórico do que está acontecendo se você decidir denunciar para a polícia ou buscar ajuda de um programa de apoio a sobreviventes.

Bons produtos antivírus devem ser capazes de detectar amplamente o stalkerware. Se você ainda não tiver esse aplicativo, poderá baixar um aplicativo gratuito de um dos muitos dos parceiros da coalizão e executar uma verificação no seu dispositivo. Embora seja recomendado manter o aplicativo instalado para o caso de detectar futuros stalkerware, se você não se sentir confortável com o aplicativo, pode desinstalá-lo após a verificação.

A Clinic to End Tech Abuse (CETA) tem um guia em PDF (em inglês) que ajuda você a verificar um dispositivo Android em busca de aplicativos que estão ocultos e/ou instalados fora da loja de aplicativos oficial; é assim que o stalkerware é normalmente instalado.

Alguns tipos de stalkerware do iPhone e iPad operam obtendo dados de backups do seu dispositivo armazenados no iCloud. Se o seu dispositivo estiver configurado para fazer backup no iCloud, mas você não ativou isso, alguém pode ter feito isso com más intenções. Para verificar isso, acesse o aplicativo Ajustes e toque no seu nome. Em seguida, role para baixo e toque em seu dispositivo para ver se “Backup do iCloud” está ativado.


Como faço para remover o stalkerware do meu dispositivo?

Antes de tentar remover o stalkerware do seu dispositivo, é importante levar quatro pontos em conta:
  1. Se você estiver sofrendo com a espionagem digital, pode ser por algum outro meio que não o stalkerware. Esta seção se refere apenas à remoção de stalkerware. Para obter mais detalhes, leia as seções anteriores da página. Ao remover possíveis tipos de stalkerware, é importante bloquear também essas outras formas. A CETA conta com uma página com recursos (em inglês) que inclui listas resumidas e detalhadas de verificação para ajudá-lo a se desconectar de um parceiro ou ex-parceiro.
  2. O agressor pode ser avisado que você está removendo o stalkerware ou outra detecção de monitoramento e/ou fazendo mudanças significativas, o que pode aumentar o abuso e o assédio. Só tente remover stalkerware se você acredita que é seguro fazê-lo.

    Recomendamos traçar um plano de segurança. Um plano de segurança é um plano personalizado para resguardar a segurança de um indivíduo. Cada plano é único para a situação específica da pessoa. Os planos são dinâmicos e flexíveis e devem ser desenvolvidos usando um dispositivo mais seguro e com a ajuda de um programa de assistência ao sobrevivente confiável de uma das organizações listadas no final nesta página.
  3. Excluir o stalkerware significa também excluir evidências relacionadas a isso. Se você deseja denunciar o incidente, pode ser necessário buscar a ajuda das autoridades policiais, pois essas evidências podem ser úteis.
  4. Uma vez removido, é possível que o agressor reinstale o stalkerware. A próxima seção conta com algumas dicas sobre como evitar que o stalkerware seja instalado em seu dispositivo.

A melhor maneira de se livrar do stalkerware é comprar um telefone novo. Embora, para muitos, isso possa ser caro ou inseguro, há alguns programas para fornecer telefones aos sobreviventes de abuso e pode valer a pena perguntar aos profissionais que estão te ajudando sobre esses programas no seu país. Consulte a página de recursos para conhecer provedores locais que podem ajudá-lo com isso. 

Quase tão eficaz quanto restaurar o telefone para os padrões de fábrica. Embora não seja tecnicamente difícil de realizar, você pode pedir a ajuda de um amigo de confiança ou operadora de telefonia celular se sentir dificuldade com a tecnologia, especialmente para garantir que dados importantes, como contatos ou fotos, sejam salvos em backup com segurança antes de executar uma restauração de padrões de fábrica. Ao reinstalar aplicativos no seu dispositivo, instale apenas aqueles que você realmente precisa e usa.

O software de antivírus, discutido na seção anterior, também pode remover stalkerware do seu dispositivo quando detectado.Você também pode remover manualmente o stalkerware usando o guia do CETA (PDF em inglês) para encontrar aplicativos ocultos e carregados de forma paralela em dispositivos Android.


Como evitar que o stalkerware seja instalado no meu dispositivo?

O stalkerware geralmente requer que alguém tenha acesso físico ao seu dispositivo e seja capaz de desbloqueá-lo. Portanto, é importante verificar se o dispositivo está configurado para bloquear rapidamente (de preferência após 30 segundos de inatividade) quando estiver ocioso. Isso, é claro, também impede que alguém leia mensagens privadas simplesmente abrindo o telefone. A National Network to End Domestic Violence conta com um guia com 12 dicas sobre segurança e privacidade no celular (em inglês).

Você pode optar por desbloquear seu dispositivo com um código PIN, uma senha ou, em alguns dispositivos, usando uma impressão digital ou reconhecimento facial. Garanta que o código PIN ou a senha não sejam fáceis de adivinhar. A National Network to End Domestic Violence tem um vídeo (em inglês) que você pode assistir sobre como colocar uma senha no seu dispositivo.

Fique atento sobre com quem você compartilha seu dispositivo, em especial com alguém que você suspeita que possa monitorar suas atividades através de stalkerware. No entanto, é importante observar que esta pode não ser uma opção segura se o seu agressor exigir que você compartilhe o seu dispositivo com ele. Se você sabe ou suspeita que um potencial agressor teve acesso ao seu dispositivo, siga as orientações acima sobre como detectar o stalkerware.

Para evitar que alguém tenha acesso a importantes dados pessoais, como e-mail e redes sociais, é importante protegê-los com uma senha segura e exclusiva e usar autenticação de dois fatores, quando possível. 

A National Network to End Domestic Violence tem um Kit de Sobreviventes (em inglês), dedicado a ajudar os sobreviventes a entender como usar corretamente a tecnologia e fornece dicas e estratégias de planejamento de segurança. Além disso, a CETA tem vários guias (em inglês) sobre como proteger seus dados pessoais. A organização também tem um guia em PDF sobre o uso de gerenciadores de senhas, que ajudam a gerenciar várias senhas exclusivas e seguras.


Onde posso encontrar ajuda se suspeitar que meu telefone está infectado com stalkerware?

Consulte nossa página de recursos para uma lista de organizações que podem ajudá-lo. Dependendo de onde você esteja, muitas organizações podem ter responsabilidades legais diferentes ao comunicar às autoridades policiais ou serviços de proteção à criança se você compartilhar informações sobre o seu abuso ou se seus filhos foram abusados.


Procure ajuda

Busque assistência direta se você tiver ou suspeitar de stalking

Se você ou alguém que você conhece está preocupado com uma possível espionagem, monitoramento ou perseguição, confie em seus instintos e busque uma maneira segura de se inteirar sobre seus recursos e opções locais. Observe que, se você acredita que alguém pode estar monitorando o seu dispositivo, essa pessoa pode conseguir ver quaisquer pedidos de ajuda ou recursos. Se estiver preocupado com isso, use outro dispositivo (um ao qual a pessoa não teve acesso físico) ao procurar informações ou ajuda. Se você estiver em perigo eminente, fale com as autoridades locais.

ENCONTRE AJUDA EM SUA ÁREA